Combustível: qual deve ser usado em sua moto?

São tantas opções de combustíveis, que algumas pessoas ficam confusas na hora de decidir qual é a melhor opção para abastecer a moto. Os consumidores ficam ainda mais perdidos quando pedem conselhos aos amigos, pois alguns dizem “uso sempre a Premium!”, outros “eu só uso a comum!” e ainda tem aqueles que preferem a aditivada ou etanol.

Então para resolver o problema nós, do Falando Em Moto, decidimos dar algumas dicas e esclarecer qual combustível deve ser usado na sua moto. Confira a seguir!

Etanol ou Gasolina?

Após a paralisação dos caminhoneiros em 2018, o valor cobrado pela gasolina disparou. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, um litro do combustível fóssil chegou a custar R$ 5,59 na primeira semana de junho daquele ano.

Graças a esse aumento, muitos proprietários que possuem motos flex começaram a se questionar se o etanol não seria uma boa alternativa para economizar alguns centavos. Afinal, no mesmo período, o valor médio do mesmo era de aproximadamente R$ 2,98. E então, qual vale mais a pena? Gasolina ou etanol?

Para não restar dúvidas, foi feito um teste 1.000 km com a moto mais vendida do Brasil, a Honda CG 160 Titan, que pode ser abastecida com gasolina ou etanol. A moto rodou as ruas de São Paulo (SP) e também na estrada, em uma viagem de 1.000 km até Tiradentes, em Minas Gerais.

O resultado foi: o consumo de etanol é maior. Ou seja, a moto “bebe mais” nesse caso. Mesmo que seu custo seja menor, um litro de etanol rende menos se comparado a um litro de gasolina.

Na cidade, por exemplo, em meio aos congestionamentos de São Paulo, o torque da CG 160 Titan (1,40 kgf.m a 6000 rpm) dispensa constantes trocas de marchas. Respeitando todos os limites de velocidade e utilizada de maneira correta, a CG 160 foi muito econômica: 41 km/litro rodando na gasolina. O preço da gasolina comum utilizada foi de R$ 3,99.

Já no etanol, esse consumo aumentou aproximadamente 40%. Utilizando a moto da mesma forma e para percorrer praticamente os mesmos trajetos diariamente, rodamos 24,7 km/litro de etanol, vendido por R$ 2,49.

Em uma conta rápida, a vantagem no uso urbano vai para a gasolina. Gastamos R$ 0,097 por quilômetro rodado com a gasolina; já no etanol, esse valor subiu para R$ 0,10 / km.

Outro aspecto favorável ao combustível derivado do petróleo é a autonomia maior. No caso da CG, que tem tanque de 16,1 litros, chegaria a 660 km. Com etanol, seria de pouco superior aos 390 km.

Apesar das motos flex estarem preparadas para rodar com qualquer uma das duas opções, vale lembrar que se sua região estiver abaixo dos 15 graus, é recomendável manter no tanque ao menos 20% de gasolina.

A conclusão, por uma diferença pequena de consumo, é de que a gasolina é melhor, então vamos agora aos principais tipos de gasolina e como funciona cada uma.

Qual é a melhor gasolina para a moto?

Aditivada é uma ótima opção

Assim como funciona para os carros, o uso de gasolina aditivada na sua motocicleta fará um bem não só para o motor, mas também para todo o sistema mecânico de funcionamento da sua moto. Lembrando que a gasolina aditivada tem a função de limpar o motor da sua moto, portanto, quanto mais limpo o motor estiver, melhor será o rendimento da sua motocicleta.

Ou seja, se quer uma ótima solução para garantir o mais alto desempenho e a boa performance da sua moto, a gasolina aditivada é a jogada certa!

Gasolina comum é mais barata, mas compensa?

Sim, eu entendo que você, por questões econômicas prefira utilizar a gasolina comum na moto. No entanto, vale levantar a seguinte questão: o uso da gasolina comum é uma boa alternativa para garantir o desempenho da minha motocicleta? Sim! Você pode utilizar o tipo comum sem problemas, mas se deseja garantir uma maior vida útil de seu motor, o recomendado é que abasteça sempre com aditivada, com o aumento de vida útil você evita gastos maiores com manutenção e de certa forma economizará bastante.

Vá sempre em postos de qualidade e cuidado com gasolina adulterada

O Minuto Motoasa é uma série de vídeos da principal concessionária Honda em Ribeirão Preto e trouxe algumas dicas importantíssimas se você deseja manter a sua moto livre de problemas. Assista ao vídeo abaixo e confira como detectar se foi vítima de gasolina adulterada e saiba como prosseguir nessas situações.

 

Pesquise sempre!

Devo lembrá-lo que essa análise é feita com base nos valores atuais dos combustíveis citados e que, por esse motivo, pode não representar uma situação futura. Vale sempre conferir os preços e a qualidade do produto para no fim levar a opção mais benéfica para o seu bolso e sua moto.

Gostou das dicas? Então vai gostar também das principais dicas de tornar sua moto mais econômica que preparamos para você.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *