MotoGP 2018: fatos marcantes do GP da Alemanha

Para quem ainda não conhece, MotoGP ou Moto Grand Prix é a categoria principal do Campeonato Mundial de Motovelocidade. No dia 15 de Julho, aconteceu a grande corrida no circuito de Sachsenring, na Alemanha. Você confere tudo o que rolou de mais marcante durante essa grande disputa aqui no Falando em Moto.

Vitória e liderança isolada de Marc Márquez

Na corrida do MotoGP que aconteceu neste dia 15 de Julho de 2018, Marc Márquez da Honda venceu o Circuito de Sachsenring, no GP da Alemanha e alcançou sua 5ª vitória em 2018.

Seguido pelo vice-líder Italiano Valentino Rossi, Márquez abriu, nessa corrida, uma vantagem de 46 pontos e se isolou na liderança com 165 pontos.

Aposentadoria de Dani Pedrosa do Mundial de MotoGP

Outro fato marcante foi a aposentadoria de Dani Pedrosa. Sétimo na lista de maiores vencedores de todos os tempos, Pedrosa anuncia sua aposentadoria após 18 temporadas no Mundial de MotoGP .

Após agradecer à Honda, patrocinadores e aos fãs, Pedrosa diz que terminará a temporada em Valência, mas não estará no grid do ano que vem.

Devido a lesão, Morbidelli dá lugar a Bradl

Após sofrer uma lesão em sua mão esquerda no TL1 para o GP da Holanda, etapa anterior a esta, Morbidelli, apesar de ter sido liberado por seus médicos para pilotar, decidiu não participar da corrida.

Com isso, Stefan Bradl que havia deixado o GP em 2016 e se tornou piloto de testes da Honda, assumiu no lugar de Morbidelli e participou da corrida em seu lugar no circuito de Sachsenring, mas sem pontuar.

Álvaro Bautista termina em quinto e é um dos destaques da corrida

Após um início complicado de ano, o piloto do Angel Nieto está em uma grande fase, terminando entre os 10 primeiros nas últimas quatro disputas.

Bautista fez uma corrida incrível e conseguiu sair do nono lugar no grid para o quinto. Seu destaque se deve ao fato de ter vencido grandes pilotos como Maverick, Viñales, Jorge Lorenzo e Andrea Dovizioso. E, com isso, Bautista termina a corrida à frente da dupla da Ducati oficial.

O campeão de 125cc de 2006 chega a nove anos na categoria principal, na qual alcançou três pódios. Bautista afirma que não está se justificando por conta da sua continuidade na MotoGP estar ameaçada. Bautista pode estar lutando com o francês Fabio Quartararo da Moto2 pelo segundo assento da nova equipe formada pela Yamaha.

Petrucci culpa Jorge Lorenzo por não estar no pódio

Em entrevista ao Motorsport, Danilo Petrucci, da Pramac Ducati, afirmou que isso lhe custou um segundo na briga contra Viñales. Ele também sugeriu que poderia ter ficado em terceiro ou quarto caso o encontro com Lorenzo não tivesse acontecido.

“Ele [Lorenzo] saiu na curva 1, eu estava por dentro, bastante calmo. Mas então ele me viu, e acho que decidiu me tocar, porque ele me tocou no meu pneu dianteiro.”

“Acho que ele me viu e fez, eu acho, não voluntariamente, mas com certeza ele não tentou me evitar. E perdemos um segundo.”

“Talvez com esse segundo eu pudesse terminar no pódio, mas com certeza, Maverick foi mais rápido porque ele tinha mais pneus e me passou onde eu não poderia responder.”

“Com certeza Lorenzo não foi tão inteligente para fazer essa linha na curva 1, porque eu vi o mesmo com Rossi, ele estava por fora, e eu não sei qual era o pensamento dele.”

Essas são as afirmações dele sobre o caso. Para nós, resta apenas esperar pela corrida no Circuito Masaryk e ver eles se enfrentarem novamente. Danilo Petrucci segue na 7ª posição com 84 pontos e Jorge Lorenzo em 6º lugar com 85 pontos. Podemos esperar disputas mais acirradas entre os dois nas próximas corridas.

Até a próxima corrida do Mundial de MotoGP

O Circuito Masaryk no GP da República Tcheca acontecerá no dia 05 de Agosto de 2018. Podemos esperar uma corrida tão emocionante quanto o GP da Alemanha, melhor estar preparado! E se você gosta de saber tudo sobre motos, não deixe de dar acompanhar nosso blog.

Créditos da foto: Lat Images

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *