O que levar em consideração ao escolher um consórcio de moto? Confira aqui!

Se está na hora de você trocar sua moto ou comprar uma pela primeira vez, saiba que existem boas opções para quem não ainda não consegue pagar à vista. O consórcio de moto, por exemplo, é uma excelente alternativa, principalmente para economizar e escapar das taxas de juros dos financiamentos.

No consórcio, não há juros. Nessa modalidade de negócio, um grupo de pessoas com o objetivo comum de adquirir um determinado bem se reúne para financiá-lo, pagando parcelas mensais para a administradora.

Você não vai receber o bem — nesse caso, a moto — imediatamente, como seria em um financiamento. Mas, se não tiver pressa, vai perceber que são muitas as vantagens de  ingressar em um consórcio de moto. Quer conhecê-las? Leia este artigo!

Por que escolher um consórcio de moto?

O consórcio se parece muito mais com uma poupança do que com um empréstimo. Normalmente, esse tipo de negociação tem prazos menores do que os financiamentos. Em vez de arcar com juros, você precisa pagar apenas a taxa de administração cobrada junto às parcelas.

Além disso, você não é obrigado a dar um valor de entrada, geralmente exigido para que se faça um empréstimo. Por fim, se estiver com alguma restrição de crédito, que provavelmente eliminaria suas chances de obter financiamento, há prazo para regularização da situação. Isso porque, nos consórcios, a análise é feita apenas no momento da contemplação.

Como ele funciona?

No consórcio de moto, você recebe a carta de crédito no valor do bem escolhido por meio de sorteio ou caso ofereça o maior lance em uma das assembleias mensais. Do contrário, você é contemplado com a carta de crédito quando quitar todas as parcelas. Veja, em detalhes, como funciona esse processo:

Sorteio

A administradora do consórcio realiza assembleias mensais, abertas ao público, para realizar o sorteio da carta de crédito. Participam dele os integrantes que estiverem com as prestações em dia.

Lance

O participante do grupo que tiver dinheiro para quitar com antecedência algumas parcelas do consórcio pode fazer um lance para tentar receber a carta de crédito antes. Se o seu for o maior de todos os oferecidos pelo grupo naquele mês, você vence e antecipa a retirada da moto.

Término das prestações

Se você não for contemplado em nenhum dos casos anteriores, deve terminar de pagar as parcelas para, ao fim, receber sua carta de crédito no valor da moto desejada.

O que verificar ao escolher?

Antes de qualquer decisão sobre o consórcio de moto, saiba que o Banco Central é o órgão que fiscaliza todas as administradoras dessa modalidade no Brasil. Para conhecer a lista completa de empresas autorizadas, verifique-a no site da instituição.

Veja o que mais você deve considerar:

  • variedade dos planos;
  • referência no mercado;
  • reputação;
  • indicação de outros clientes.

A escolha por um consórcio de moto, certamente, fará com que você compre o seu bem de forma mais segura e livre de altas taxas de juros. Além disso, ela ajuda a aprender a economizar e a controlar gastos.

Quer conhecer a melhor opção de consórcio de moto e tirar suas dúvidas sobre o assunto? Entre em contato conosco!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *