Passo a passo para trabalhar com aplicativos de entrega

O nosso modo de consumir está mudando — na verdade já mudou — graças às novas tecnologias. Elas surgem a todo instante e transformam a maneira como algumas coisas funcionam. Aplicativos de entrega trouxeram ao antigo delivery uma nova forma de operar, onde quem precisa enviar seu produto ao usuário, agora tem uma maneira mais segura e eficiente de fazê-lo.

Tudo isso traz bastante conforto para quem faz o pedido, mas hoje não vamos falar sobre como esses aplicativos beneficiam o usuário, mas sim sobre como você, motociclista, pode gerar renda com essa grande oportunidade.

Se ficou interessado, acompanhe nosso post a seguir e aprenda, passo a passo, como trabalhar com os melhores aplicativos de entrega.

Por que trabalhar com aplicativos de entrega?

A situação do mercado de trabalho brasileiro apresentou uma sutil melhora. Dados do IBGE mostram um recuo na taxa de desemprego no último trimestre — que chegou ao fim em setembro.

Em geral, existem 12,5 milhões de pessoas sem emprego no país, ou seja, 11,9%. A principal razão dessa queda no número de desempregados é o empreendedorismo. Diante das dificuldades do mercado formal, trabalhadores partem para a atividade informal ou investem para montar o próprio negócio.

Abril de 2018 foi o mês com mais abertura de novas empresas desde 2010, quando a Serasa Experian começou a medir o índice. De 222.392 empreitadas que começaram naquele mês, 70,8% se tratavam de MEI (microempreendedores individuais). Isso se deve à busca dos trabalhadores por outras fontes de renda em meio à um país que se recupera lentamente da crise.

De acordo com o site Statista, a receita global do mercado on-line de delivery de comida alcançou os incríveis US$ 82,7 bilhões em 2018, com crescimento de 17%. Até 2023, a expectativa é de que o crescimento anual seja de 10,7% até atingir os US$ 137,6 bilhões.

O delivery se tornou motor de crescimento para pequenas e médias empresas, por esse motivo, o número de aplicativos que oferecem serviço de entrega para estas empresas aumentou, principalmente em Ribeirão Preto. Confira a matéria da EPTV sobre o assunto.

UberEATS

A inscrição para trabalhar no Uber Eats é bastante simples. Você realiza seu cadastro para ser um entregador no aplicativo ou site da plataforma. Crie sua conta e submeta os documentos solicitados. Após sua ativação, é só começar a receber chamadas dos restaurantes filiados ao serviço.

As entregas podem ser feitas através de bicicletas, motos ou carros, será apenas necessário seguir as regras do aplicativo. Se sua condução for carro ou moto, deverá apresentar no momento do cadastro os seguintes documentos: CNH com observação Exerce Atividade Remunerada e Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (Não precisa estar em seu nome). Você pode ser tanto pessoa física, quanto jurídica (empresa).

Se você não tem carro ou moto, mas ainda assim gostaria de fazer parte, o Uber Eats permite que você faça entregas com bicicletas e, nesse caso, os documentos solicitados são: CNH ou RG válido, ter mais de 18 anos e possuir Cadastro de Pessoa Física (CPF).

Tornando-se parceiro da Uber Eats, você terá liberdade e flexibilidade para criar seu próprio horário e trabalhar na hora em que desejar. O app oferece a navegação e as informações necessárias para realizar as entregas com tranquilidade. As entregas são cobertas por seguro, sem custos adicionais ao motorista.

Rappi

Antes de começarmos a falar da Rappi, primeiro você precisa compreender que o modelo de negócio deles é um pouco diferente. Essa empresa “surfa na onda” da economia compartilhada, assim como o Uber e Airbnb. A proposta da Rappi é oferecer um serviço de entrega em domicílio de qualquer coisa — qualquer coisa mesmo.

O aplicativo é um multidelivery, que conecta pessoas sem tempo para as compras com outras que podem buscar qualquer item. As pessoas podem utilizar o app para encomendar qualquer tipo de produto e recebem o pedido em casa.

Além de comida, é possível solicitar remédios, fraldas, carnes e tantos outros itens. É garantido pela Rappi a entrega com total segurança em casa, graças a rede de entregadores.

A mecânica é bastante simples: o cliente faz a compra pelo celular e o app busca o entregador mais próximo no endereço para fazer a entrega. Quem aceitar primeiro no aplicativo fica com a tarefa.

Cada entrega feita irá garantir uma quantia mínima de R$6,90. Esse valor cobre distâncias de até 3km e uma demanda de 30 minutos do entregador. A partir disso, o valor irá ser proporcional ao km rodado e ao tempo utilizado para o serviço.

Os profissionais que compõem a comunidade de entregadores do Rappi são MEI (microempreendedor individual), portanto, prestadores de serviço. Não há carteira de trabalho.

Para se cadastrar, basta baixar o aplicativo e fazer sua inscrição.

Alfred

Com uma proposta similar ao Rappi, o Alfred também segue o estilo “peça o que quiser”. O nome é bastante sugestivo e segue a ideia de ter um mordomo online que busque todas as suas compras e lhe entregue em até uma hora.

O Alfred Delivery funciona como um Marketplace, um modelo de negócio que também é conhecido como uma espécie de “shopping center virtual”.

Atualmente a cidade que conta com o Alfred é Ribeirão Preto, mas em breve terão unidades também em São Carlos e Rio de Janeiro.

Para realizar seu cadastro no Alfred, basta acessar o site e preencher o formulário.

Achou pouco? Tem mais!

iFood para Entregadores

O iFood oferece um serviço de entrega de comidas via aplicativo. Com ele, o consumidor pode consultar uma lista de restaurantes próximos à sua localização e seus produtos. Ao concluir um pedido, a comida é entregue na localização definida pelo cliente.

O iFood para Entregadores é destinado a quem deseja trabalhar no ramo de delivery em parceria com restaurantes e lanchonetes. Após realizar o cadastro no aplicativo e fornecer dados pessoais, você ficará apto a aceitar pedidos de entrega aos clientes do iFood.

SpoonRocket

Ao contrário do que ocorre no iFood, os consumidores do SpoonRocket podem pedir seus pratos em restaurantes próximos que não possuam seu próprio delivery. A promessa é de que os pratos cheguem em até 35 minutos após o pedido. Até o momento já são mais de 500 mil downloads do app.

Para realizar o cadastro na plataforma, você deverá utilizar o mesmo aplicativo para entregadores do iFood, já que o aplicativo conecta entregadores a pedidos também do SpoonRocket.

Comece a ganhar dinheiro!

Existem muitas outras opções de aplicativos delivery espalhadas pelo Brasil, mas aqui você já pode ter por onde começar. Agora você sabe que pode aproveitar sua Honda para gerar uma renda extra ou até mesmo fazer desta sua principal fonte de renda.

O mercado está aquecido e essa é a hora de aproveitar para escapar das sombras da crise. Se você ainda não possui uma moto e deseja entrar nessa onda que vem crescendo a cada dia, então não deixe de conferir nosso post sobre as 3 motos mais econômicas e saiba qual atende melhor à sua necessidade.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *