Vai trocar de moto? Saiba o que avaliar ao escolher sua moto nova

Você fez todas as avaliações necessárias e decidiu: está mesmo na hora de trocar de moto! Já fez os cálculos sobre quanto poderá investir, se vai comprar à vista ou a prazo e analisou os preços de mercado.

Agora, chegou a parte mais interessante dessa decisão: saber se vai comprar uma nova ou seminova, qual o modelo e características da moto, entre outros fatores. Neste artigo, vamos ajudar você a descobrir o que mais deve analisar para escolher a sua próxima moto.

Veja algumas questões que você deve levar em consideração e faça uma ótima escolha, sem arrependimentos mais tarde!

Qual será a utilidade da nova moto?

A primeira resposta que você deve ter em mente é o que vai fazer prioritariamente com a moto. É importante definir se ela é um veículo de trabalho ou para passeios e viagens, pois essas são questões que determinam o modelo que você deve escolher.

Assim, liste algumas informações, como:

  • a potência necessária de acordo com as suas necessidades;
  • seu grau de experiência ao pilotar o veículo;
  • uso prioritário para deslocamento urbano e pequenos passeios ou viagem.

Quantas cilindradas deve ter a moto nova?

Com as informações listadas acima, é a vez de decidir quantas cilindradas deve ter a sua motocicleta. Por exemplo: se ela será seu meio de transporte na cidade, não é necessário que ela tenha uma cilindrada muito alta.

Assim, veículos com 50 a 125 cilindradas, com preços mais baixos, darão conta do recado. Além de mais econômicas, elas são perfeitas para locomoção e passeios dentro da cidade.

Para pegar a estrada, as melhores motos têm mais de 300 cilindradas. Mas, para optar por elas, é preciso avaliar a sua experiência em andar sobre duas rodas! A sua segurança deve estar em primeiro lugar, independentemente da sua decisão!

Vai trocar por uma nova ou uma seminova?

Determinou o tamanho e o tipo de moto que vai comprar? Então, veja se vale a pena adquirir uma motocicleta zero quilômetro ou se uma seminova vai atender você. Claro que isso depende de quanto dispõe para trocar de moto.

Para quem quer economizar, há ótimas opções de usadas no mercado e, muitas vezes, com o valor que você gastaria em uma nova, dá para comprar uma moto melhor e mais equipada — que poderá ser mais valorizada na hora de trocar novamente.

Se essa fora a sua escolha, não se esqueça de tomar alguns cuidados, observar a documentação, levar a um bom mecânico de confiança, entre outros pontos.

Como vai escolher a concessionária?

Encontrar uma loja conhecida no mercado, com credibilidade e boas opções para venda — seja de motos novas ou usadas — é o melhor caminho para não ter problemas com seu veículo novo.

Algumas formas de se prevenir são: conversar com pessoas que tenham comprado no mesmo estabelecimento, buscar informações em sites de reclamação ou em redes sociais. Outro ponto que pode ajudar na avaliação é o pós-venda oferecido pela concessionária.

As lojas que oferecem serviços de mecânica especializados certamente vão atender melhor quando você precisar de qualquer manutenção na sua moto. Você acha que já tem todas as informações de que precisa para trocar de moto? Entre em contato conosco que vamos ajudar você a fazer a escolha certa!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *