Viagem de moto: conheça 5 dicas essenciais

O meio de condução mais utilizado em pequenas e grandes cidades também vem ganhando destaque para quem precisa se deslocar até a cidade vizinha para trabalhar ou, até mesmo, busca um rápido passeio para fugir da rotina. Embora o trajeto seja curto, algumas dicas são indispensáveis para evitar acidentes ou problemas durante o trajeto em uma viagem de moto.

Pensando nisso, separamos cinco dicas essenciais para sua viagem de moto ser segura e sem surpresas do início ao fim do percurso. Este artigo foi pensado para você que gosta de liberdade e preza por sua segurança. Continue a leitura e confira!

1. Verifique os pneus

Os pneus da moto são facilmente observados pelo condutor ou qualquer outra pessoa que se aproxime, seja apenas como pedestre transitando ou um policial em uma ação de verificação às condições do veículo.

Manter os pneus em boas condições de uso evitará penalidades legais e principalmente, acidentes causados pelo mau estado. Verifique se há rachaduras em toda a superfície ou se os sulcos dos pneus estão desgastados. O Código de Trânsito não especifica nada sobre pneus carecas, porém, o mau estado de conservação é considerado infração.

2. Certifique-se que os freios estão em boas condições

Diariamente, podemos perceber se os freios da moto que conduzimos estão respondendo satisfatoriamente ao serem acionados. Perceba se há algum barulho diferente ou se a resposta de frenagem demora quando você a aciona, pois isso pode indicar problemas!

Caso tenha notado alguma diferença em seu funcionamento, procure um profissional de sua confiança para realizar um diagnóstico preciso e possíveis ajustes necessários para que este item de segurança não falhe quando você mais precisar.

3. Faça um teste em toda parte elétrica

Verifique se as luzes e setas estão funcionando perfeitamente quando acionadas e se há fios expostos ou descascados que possam ocasionar descargas elétricas e baixar a capacidade de contenção de carga da bateria. Verifique também se a buzina está funcionando normalmente.

Observe se os terminais da bateria estão protegidos e sem o acúmulo de azinhavre, ou zinabre, como é conhecido popularmente. Caso a ignição de sua moto seja feita de maneira elétrica, verifique se a resposta ao acionar o botão está agindo normalmente. Caso contrário, procure um profissional da área.

4. Não abra mão do equipamento de segurança

Para que a sua viagem de moto seja tranquila e satisfatória, mesmo que curta, como de uma cidade a outra vizinha, a segurança deve estar sempre priorizando sua vida e a dos demais. Tal pensamento vai muito além de equipamentos pessoais. É necessário ter consciência quanto à responsabilidade de guiar uma moto.

Capacete, luvas, peitorais, caneleiras etc.: todos esses itens procuram proteger em caso de quedas, mas a atitude pessoal ao guiar uma moto assegura não apenas a sua vida, mas a dos demais condutores que transitam pelas mesmas estradas e vias.

5. Realize um check up na mecânica mesmo que o trajeto seja curto

Embora seja algo que todo condutor diga realizar, o check up mecânico não diz respeito apenas à troca de óleo ou de relação. O funcionamento do motor, da suspensão ou do próprio para-barros deve ser observado para evitar problemas futuros.

Procure por uma oficina ou profissional mecânico de sua confiança para realizar essa verificação. Se for necessária a substituição de peças, esse profissional fará o diagnóstico preciso para que você não tenha surpresas durante sua viagem de moto.

Gostou das dicas apresentadas? Quer saber mais? Siga nosso perfil no Facebook e fique por dentro de todas as novidades do mundo sobre duas rodas!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *